Destaques de Agosto.

Tudo Bem?

Esse mês tivemos grandes novidades, principalmente o lançamento da versão 4.6 do WordPress. No artigo de hoje separei os principais assuntos, voltados para o desenvolvimento web que foram destaque aqui no blog durante o mês de Agosto.

Confira os Principais post:

Dz Script (1)

Dz Script 

O Dz Script é um plugin criado para facilitar a inserção de códigos em suas páginas e post do WordPress, com ele você gerencia, inseri e exclui diversos  tipos de Script em seu site.

Leia o post baixe e gratuitamente (LER) 


 

mockup-blog-dinamizaBenefícios do WordPress para sites Empresariais 

Estamos sempre falando de WordPress aqui em nossos conteúdos de desenvolvimento, então escrevi um post apresentando as vantagens de ter um site na maior plataforma de gerenciamento de conteúdo do mundo.

Leia e Descubra as vantagens de usar o WordPress em seus sites empresariais. 


E é claro que não posso de deixar de comentar aqui sobre a nova versão do WordPress.

WordPress-4.6

Bem Vindo ao WordPress 4.6 

Neste post eu apresento as principais novidades da nova versão do WordPress

Conhecer as novidades do WordPress 4.6 

 


Setembro estaremos compartilhando mais conteúdos, novidades e muito mais. Agora deixe seu comentário, o que achou desses conteúdos, e diz o que podemos fazer para melhorar os posts de desenvolvimento Web. Se gostou não esqueça de compartilhar. Até o próximo Post!

Saiba como usar o Google Analytics em 4 passos

Uma das dúvidas que todo pequeno ou médio empresário que decide investir no marketing de conteúdo tem é como usar o Google Analytics.

Afinal, o Analytics é item quase obrigatório para quem quer analisar os resultados do seu site profissional, mas fazer a instalação pode ser relativamente difícil para quem tem pouca familiaridade com códigos.

Por isso montamos esse breve tutorial, que vai ensinar a criar uma conta no Google Analytics, instalá-lo em seu site e ajudar a obter os primeiros relatórios de tráfego e visitas da sua página. Continue lendo para saber mais!

O que é e como usar o Google Analytics

O Google Analytics é uma API (Application Programming Interface) — uma espécie de código que se pode instalar em um site ou software – desenvolvida para ajudar a controlar de maneira estatística e precisa os acessos de um site.

O Analytics registra e reporta todas as visitas que um site ou blog recebeu, dividindo essas informações em várias categorias e elaborando relatórios muito completos.

Com esse programa, por exemplo, é possível saber quantas pessoas de cada lugar do Brasil visitaram um site, a que horas fizeram, de onde vieram e por qual página saíram do site.

De posse dessas informações, é possível otimizar o site para receber mais acessos e atingir seus objetivos mais facilmente.

Instalando o Analytics no seu site

Se você se interessou em descobrir como usar o Google Analytics no seu site, vamos ensinar como obtê-lo em alguns poucos passos.

Confira abaixo:

1. Criando uma conta

O primeiro passo para usar o Analytics em seu site é criar uma conta no Google Analytics. Para isso, será necessário ter uma conta do Google.

Uma conta no Gmail, por exemplo, já serve, mas uma conta no YouTube ou qualquer outro serviço Google também funcionará.

Quando a página abrir, clique em Inscreva-se.

2. Cadastrando seu site

Após iniciar o processo de inscrição, o Google pedirá algumas informações sobre o seu site, para poder cadastrá-lo e gerar um código que vai instalar o Analytics.

Uma mesma pessoa pode ter vários sites, mas cada página possui um código único do Analytics – por isso, se você quiser ter o Analytics em vários sites diferentes, precisará cadastrar todos no site do programa.

Nesse momento, você fornecerá dados como a URL do seu site, um nome de conta, a localização do site e o fuso horário do mesmo.

Essas informações são importantes para ajudar a gerar informações mais precisas no relatório do Analytics.

3. Colocando os dados pessoais

O próximo passo do processo de instalação do Analytics consiste em oferecer seus dados pessoas para o Google.

Os dados pedidos são simples: Nome, Sobrenome, Telefone e País. Assim, o Google conseguirá oferecer um sistema de atendimento melhor caso necessário.

4. Aceitando os termos legais

Por fim, antes de criar a sua conta oficial no Analytics, será necessário ler o contrato de termos de serviço do Google e concordar com ele.

É um processo burocrático, mas necessário para entender as finalidades do software.

Gerando o código para instalar o Analytics

Uma conta já foi criada e agora você quer saber como usar o Google Analytics no seu site, certo? Pois bem, é simples.

No site do próprio Analytics, o Google oferecerá um código de rastreamento para inserir no seu site. Esse código é único e pessoal da sua página, nenhuma outra terá um código igual.

Ele deve ser inserido dentro do código de cada página do seu site para que o Google possa contabilizar as visitas e obter informações sobre cada visitante da sua página.

Dica: para evitar inserir o código manualmente em cada página do seu site, uma boa dica é colocá-lo em elementos do site que estejam em todas as páginas. Muitos webmasters colocam o código no Rodapé da página, enquanto outros inserem no Cabeçalho.

Assim, todas as páginas terão o código já que esses elementos são carregados automaticamente em todos os setores do site.

Se você não souber como fazer isso, basta pedir o auxílio do responsável por gerenciar seu site que ele saberá como fazer.

Se não houver um responsável, nós explicamos:

  • Copie o código oferecido pelo Google;
  • Abra o gerenciador do seu site e procure pelo cabeçalho (provavelmente header.php no CMS do WordPress) ou o rodapé (footer.php);
  • Insira o código dentro dessa página sem apagar ou modificar o que está por lá (preferencialmente, escolha o rodapé e insira o código imediatamente antes da tag </body>).

Começando a utilizar o Google Analytics

Agora que você inseriu o código do Analytics dentro do seu site, o Google enviará um pequeno bot (uma espécie de robô virtual) para varrer a internet e procurar por esse código.

A partir disso, o Analytics deverá começar a elaborar relatórios diários (leva de 24 a 48 horas para fazer o primeiro) sobre o seu site.

Agora que o software está ativo, como usar o Google Analytics? Confira abaixo as principais funções do programa:

Relatórios de visitas

O Analytics oferece um relatório completo de visitas do seu site. Basta entrar no site do Analytics, selecionar a sua conta e receber os dados numa interface muito simples de usar.

É possível definir o período de estudo do relatório (por exemplo, se desde o início dos trabalhos ou durante uma época específica) e analisar diferentes métricas dos seus visitantes, como as seguintes:

  • Visitantes;
  • Páginas visualizadas;
  • Duração da visita;
  • Taxas de rejeição;
  • Taxas de saída;
  • Idade média dos visitantes;
  • Localização dos visitantes;
  • Fidelidade dos visitantes.

O relatório das visitas do Analytics permite que você possa conhecer seu público e estudar a efetividade das suas ações, servindo como base para suas campanhas de marketing.

Relatório de Tráfego

O relatório de tráfego do Analytics analisa com detalhes como as pessoas chegam até o seu site.

Esse relatório mostra quantas pessoas entraram no site diretamente (ou seja, digitando a URL no navegador), quantas foram redirecionadas de mídias sociais (como o Facebook ou Twitter), quantas vieram de busca orgânica no próprio Google, quantas de busca paga e ainda quantas chegaram ao seu site sendo direcionadas de outros sites na rede.

Esse relatório é importantíssimo para estudar a efetividade do seu trabalho de obtenção de tráfego. O relatório mostra o que tem funcionado bem, o que não tem funcionado muito bem, que tipo de palavra-chave é mais buscada, qual tem uma boa taxa de conversão e qual não tem.

E assim concluímos o nosso tutorial sobre como usar o Google Analytics. Simples, não é mesmo? Deixe um comentário pra gente contando a sua opinião sobre o Analytics e se foi fácil instalá-lo com o nosso tutorial!

Benefícios do WordPress para sites empresariais

Tudo Bem?

Tenho postado aqui toda quarta feira um artigo sobre desenvolvimento web e praticamente sempre acabo falando do WordPress.

No artigo de hoje vou lhe explicar por que sempre recomendamos o WordPress e as vantagens de usa ló como sua principal plataforma online.

Apesar das principais vantagens serem técnicas e talvez você sendo um produtor, empresario, não vê a diferença, com o WordPress, gerenciar seu próprio site se torna fácil de entender mesmo que você não conheça uma linha se quer de código.

Então vamos as vantagens do WordPress

# Open Source ( Código Aberto )

O código do seu projeto é livre, você não vai ficar presso a uma empresa, ou a um certo desenvolvedor, o código pode ser estudado por qualquer um e isso que trás os demais benefícios da plataforma.

# Temas e Plugins

Os temas são os layout do site, blog ou e-commerce, com eles você pode ter diferentes estilos de sites.

Os Plugins dão novas funcionalidades ao seu site, você pode com um único plugin transformar seu site em um e-commerce, em um site de classificados, ter um fórum e diversas funções.

Os temas e Plugins para o WordPress é enorme com milhares de opções você consegue fazer de tudo.

#Busca

O WordPress é facilmente indexado, além de contar com Plugins para ajudar seu site ser encontrado pelos principais buscadores

# Segurança

Um dos maiores equívocos que já ouvi foi dizer que o WordPress não é seguro e já disseram que não é seguro por que é Open Source, mas na verdade projetos Open Source em sua grande maioria são seguros, veja o Linux.

Além disso o WordPress é constantemente atualizado e rapidamente corrigido.

São em média 3 atualizações por ano.

E é claro também exitem opções de segurança desde empresas especializadas a servidores dedicados a plataforma e é claro Plugins para ajudar.

# Atualizações constantes e Integrações

Como comentado manter sistemas atualizados ajudam na segurança, mas não é só pela segurança que o Wp é atualizado ele também está disponível sempre para as novas tecnologias e aptos para os diversos formatos.

E é claro que estas atualizações facilitam a vida de todos, pois tem integrações com os principais serviços e redes sociais.

# Diferentes tipos de acesso

Sim você pode ter um site e fornecer diferentes funções a seus usuários, desde ver tudo e modificar que é o administrador até simplesmente visualizar e comentar. Logo seu site será disponível de acordo com as funções que melhor se enquadram em seu projeto.

Agora vem a um benefício extra.

Imagine ter um site destes e ainda contar com um tema profissional entregue pronto com todas essas vantagens sem que você que investir rios de dinheiro.

Se quiser saber como clique aqui e veja a Surpresa que preparamos para você!

Este bônus é por tempo limitado este post será editado em brave retirando esse benefício.

[mks_button size=”large” title=”Ver Surpresa” style=”rounded” url=”http://dinamizamarketing.com.br/seu-negocio-na-internet/” target=”_blank” bg_color=”#000000″ txt_color=”#FFFFFF” icon=”” icon_type=””]

Google Adwords: 5 métricas para prestar atenção

O Google Adwords é uma ferramenta que tem grande capacidade de analisar e comparar dados. Isso ajuda a trazer vários insights para otimizar o desempenho dos links patrocinados e campanhas que você tem na plataforma, mas você sabe para quais métricas deve direcionar a atenção? Há muitas para avaliar e cada uma tem o seu valor, mas algumas têm um papel mais importante e precisam ser mensuradas periodicamente, por isso, foque nos seus objetivos.

É necessário ter métricas que avaliem o resultado de cada meta, assim você consegue ver se está perto de atingir os seus objetivos ou se é preciso corrigir a rota. As 5 métricas que podem te ajudar nisso são as que apresentaremos a seguir:

Taxa de cliques

A taxa de cliques é uma métrica que revela como está o desempenho da sua campanha e também a dos seus concorrentes. Ela é chamada de Click Through Ratio (CTR) ou até mesmo, taxa de conversão, sendo o resultado de uma divisão entre número de cliques nos seus anúncios pelo número de ocasiões que eles foram exibidos nas buscas.

Quando o CTR aumenta, quer dizer que você está na frente dos seus concorrentes. Essa métrica influencia em algumas outras que também são importantes no Google Adwords.

Tenha em mente que quanto maior for a CTR da sua campanha, menor será o seu custo por clique (CPC), outra métrica que veremos agora.

Custo por clique (CPC)

O CPC serve tanto para controlar o orçamento, quanto para revelar a qualidade dos seus anúncios. Pense assim, o custo por clique te auxilia na hora de descobrir quanto custa fazer alguém a clicar no seu link, por isso ele é um grande ajudante na hora de monitorar o orçamento dentro do Adwords.

Ele auxilia a entender a qualidade do seu anúncio, o desempenho da sua página de destino e também a relevância das palavras-chave que você escolheu.

Se você tem um CPC cada vez menor, quer dizer que o seu retorno sobre o investimento (ROI) está aumentando, isso porque você está alcançando um número maior de internautas sem precisar investir mais dinheiro.

Taxa de rejeição

Como o nome já indica, ela mostra a rejeição da página linkada no anúncio. Ela significa que um internauta entrou na sua página e logo foi embora, devido ao conteúdo fraco que ele encontrou. Assim, você acabou de perder um visitante que explorou pouco o seu site.

Uma página eficiente é aquela que entrega todas as informações que o usuário precisa, assim você consegue realizar mais conversões. Se os usuários vão embora sem navegar pelo site, a taxa de rejeição aumenta e se torna preocupante.

Taxa de impressões

É obtida ao dividir o número de ocasiões que seus anúncios aparecem pela quantidade de vezes que as palavras-chave que você escolheu são procuradas no Google. Para entender essa métrica você deve levar em conta os seus anúncios não irão aparecer sempre para o público segmentado, isso vai depender do leilão das palavras-chave.

Essa métrica é importante porque ela mostra se os seus anúncios estão sendo interessantes para o público que você selecionou, se as palavras-chave foram bem escolhidas e se seu orçamento está de acordo com a campanha

Se a taxa de impressões estiver pequena você deve ficar alerta, isso mostra que há algo errado com o seu anúncio, por isso é importante estar de olho constantemente nessa métrica, com o intuito de melhorar seus resultados garantindo o sucesso que você espera dos anúncios.

Taxa de conversão

Ela pode ser considerada uma das mais importantes métricas por indicar a porcentagem de visitantes que foram convertidos em comparação com a quantidade do número de pessoas que visualizou a página de destino. Essa métrica tem uma ligação com o custo por conversão.

Você não vai querer pagar por vários cliques e tráfego que não terminam na ação que você deseja, certo? Uma alta taxa de conversão significa que o dinheiro que você gastou por clique está tendo um retorno nos seus lucros, algo que chamamos de ROI.

Pronto para melhorar suas campanhas no Google Adwords? Assine a nossa newsletter para receber conteúdos que vão te ajudar a impulsionar seus anúncios!