Freela Pro – 1° Congresso Nacional de Freelancer e Produtividade [gratuito]

Meu amigo, quero compartilhar a minha felicidade com você que acompanha nosso blog. Estou muito feliz por estar participando da organização e palestrando em um grande evento na web, o Freela Pro é um congresso voltado para freelancers que desejam ser profissionais de alto desempenho e querem ter muito sucesso em todos seus projetos.

Quando iniciei minha carreira freelancer como designer eu não tinha todo esse conteúdo que temos na internet hoje e muito menos um congresso como o Freela Pro, com profissionais que iniciaram como freelancers e hoje são CEO’s de grandes start up’s e os que são freelacers de alto desempenho, produtividade e consequentemente alta rentabilidade, que não sentem a necessidade de lançar uma start up por que eles próprios produzem mais que uma empresa e levam o “Ser Freelancer”  como um estilo de vida.

Admito que a pouco tempo atrás, alguns poucos anos, o freelancer não tinha muito valor, as pessoas precisavam ver uma estrutura por trás para comprar determinado produto/serviço, mais isso está mudando aqui mesmo no blog você pode ver um infográfico com essas estatísticas. E por isso que venho te apresentar o Freela Pro, 1° congresso nacional de freelancer e produtividade que acontecerá do dia 17 a 23 de março, onde você que é freelancer vai poder tirar suas dúvidas, aprender com que fez e faz e aprender como se faz, vai ser um congresso com grandes nomes como Hans Donner, designer da globo responsável por várias vinhetas que agente vê por ai e o melhor disso tudo e que o evento é online e TOTALMENTE GRATUITO e para se inscrever basta clicar AQUI.

 

clique aqui e veja todos palestrantes confirmados e inscreva-se

freela pro

 

Deixei aqui abaixo um release do evento para você saber mais:

Cerca de 150 mil pessoas assistirão palestras gratuitas pela web

Nós da Dinamiza, agência de digital, a We Do Logos, site de concorrência criativa para criação de identidade visual, Mentalidade Empreendedora, site de conteúdo empreendedor, lançam no Brasil o Freela Pro – 1º Congresso Nacional de Freelancer e Produtividade. O evento acontecerá de 17 a 23 de março e é voltado principalmente para Freelancers e empreendedores de todo país. O congresso tem como objetivo tratar das maiores dificuldades que um profissional freelancer encontra em seu ambiente de trabalho.

Durante uma semana acontecerão palestras abrangendo temas das áreas de Finanças, Marketing Pessoal, Produtividade, Idiomas, Vendas, entre outras. Todas elas serão exibidas online e os convidados farão suas apresentações através de vídeos de 30 a 60 minutos sobre o tema proposto.

Um dos organizadores do evento, o CEO da We Do Logos, Gustavo Mota, afirma que o Freela Pro surgiu a partir do desejo de contribuir com a carreira dos profissionais Freelancers. “Acreditamos ‘ser Freelancer’ a profissão do futuro. Visto que esse é um mercado em ascensão, porém ainda muito imaturo, identificamos a possibilidade de auxiliar na educação e crescimento dos profissionais através do Freela Pro”, explica Mota.

O evento está sendo divulgado para uma rede de 150.000 mil Freelas, empreendedores e profissionais do meio online e contará com mais 20 palestrantes. Além do CEO da We Do Logos, profissionais como Hans Donner (Designer Criador da marca Globo), Leandro Herrera (mentor da Endeavor), Guilherme Junqueira (Diretor da Associação Brasileira de Startups), Pedro Quintanilha (Diretor Mentalidade Empreendedora), Marcos Eduardo (Diretor Mentalidade Empreendedora) e Juvenal Valentim (Diretor da Dinamiza) já estão confirmados para o Freela Pro.

Freelancers no Mundo

Pesquisas apontam que 50% do mercado de Freelancers no mundo é procedente dos EUA. A segunda colocação é ocupada pela Índia, com uma fatia 25% do mercado mundial. O Brasil ainda está engatinhando, ficando entre os 25% restante, junto com os demais países. As principais áreas de atuação dos Freelancers são: programação, designer e conteúdo.

Estima-se que nos Estados Unidos 40 milhões de pes¬soas — o equivalente a um terço da força de trabalho americana — dedicam-se a trabalhos independentes, de acordo com o Freelancers Union (sindicato desses profissionais no país).

Na Alemanha, apenas metade das pessoas trabalham 8 ou 9 horas por dia e cinco dias por semana para o mesmo empregador.

Tendências de mercado mostram que há uma lenta mudança na relação entre empregados e empregadores. As gerações mais novas preferem liberdade para trabalhar em casa ou em horários alternativos. É comum em profissões ligadas à tecnologia a contratação de profissionais por projeto.

No Brasil, a tendência ainda esbarra na legislação trabalhista, que restringe a contratação de temporários a duas situações: picos de demanda e afastamento temporário de funcionário, e por um período de três meses (prorrogáveis por mais três). A alternativa tem sido contratar consultorias de recrutamento que empregam os funcionários em tempo integral e oferecem o serviço temporário para grandes empresas.

freela pro

Não perca tempo inscreva-se e torne-se um Freela Pro: www.freelapro.com.br

 

você também pode conferir aqui todos os palestrantes confirmados: www.freelapro.com.br

[infográfico] Freelancers brasileiros, quem são e o que pensam

Há algumas semanas atrás eu compartilhei com meu grande amigo e companheiro de organização do Freela Pro – 1º Congresso Brasileiro de Freelancer e Produtividade, Pedro Quintanilha  esse belíssimo infográfico que encontrei em uma das minhas pesquisas na internet, retratando o cenário atual do mercado de Freelancers no Brasil, ele postou em seu blog para os seguidores dele e eu estou postando aqui para você que ainda não viu. 

Assim como Pedro eu também acredito que todo o Freelancer tem dentro de si a mentalidade empreendedora, as vezes eles nem sabem ou não querem desenvolver essa mentalidade, mas existe lá dentro um desejo de ser útil e crescer como profissional e se tornar mais produtivo.  Confira esse infográfico e veja o retrato do mercado de Freelancers no Brasil e aproveite para fazer sua inscrição grátis no Freela Pro, para que você consiga de fato desenvolver a mentalidade empreendedora e se tornar um Freelancer Produtivo.

 

infografico-trampos-freelancers (1)

 

Confirme sua presença e torne-se um Freela Pro: www.freelapro.com.br             É TOTALMENTE GRATUITO!

adsense – Descubra como gerar U$ 100,00 por dia com o adsense

Descubra como gerar U$ 100,00 por dia com o adsense

 

Olá, hoje eu trouce uma ótima dica para você, vou falar sobre o curso Segredos do Adsense que eu fiz no ano passado e está me deixando muito feliz até hoje! 🙂

 

Posso dizer que essa foi a minha entrada para o mundo de negócios na internet, não aqueles de MMN, sai fora disso, não presta.

Mais continuando eu estava te contando como eu obtive sucesso com o curso do Jonathan é incrível, como ele consegue explicar tudo muito bem e deixar claro que se você aplicar tudo, em até 30 dias você já começa a receber seus primeiros US$ 100,00 na internet é isso mesmo em dólares e em dia, foi o que aconteceu comigo quando comecei.

Eu era leigo em questão de internet, sou designer gráfico mais nunca parei para estudar um html, css e nunca tinha feito um site se quer, nem blog, e essa é mais uma coisa boa neste curso, ele te ensina como montar um site do zero em wordpress, além dele te ensinar a ganhar dinheiro como ele ganha, mostrando todas as táticas que ele usa, ainda te ensina a fazer seu site otimizado para o adsense, que maravilha!

Mais continuando a minha história, eu, através do curso Segredos do Adsense consegui algumas conquistas na minha vida profissional e pessoal, quando comecei a lucrar com adsense diariamente, consegui fazer o dobro do meu salário mensal que ganhava como designer na gráfica.

Olha eu tenho muitas coisas para te contar aqui de como foi bom para mim quando me indicaram este curso, o segredos do adesense, mais são tantas que dariam facilmente mais de 5.000 palavras, por isso vou resumir aqui para você 3 coisas que foram muito importantes para mim:

 

 

 

Meu casamento ( consegui dar uma boa festa para 400 pessoas com tudo que tem direito, fotos, filmagens, Dj, doces e etc)

segredos do adesense

Uma lua de mel inesquecível ( consegui realizar o sonho da minha esposa e o meu também )

adsense

E a minha queridíssima moto, hehe  (sou louco por motos)

adsense

 

Então o que eu quero dizer para você neste artigo e que consegui realizar muitos sonhos e posso dizer que 80% dessas realizações foram graças ao segredos do adsense. E como eu consegui você também você pode! Quero que realize seus sonhos e comece a lucrar através do adsense e que seja um ponto de virada na sua vida!

Quero te dizer que o sonho de trabalhar em casa, agora tornou-se possível de ser realizado.

Se você deseja usar a internet para criar negócios altamente lucrativos, utilizando apenas o seu computador. O curso Segredos do Adsense que agora está na sua versão 2.0 irá lhe ensinar tudo o que precisa.



O que você aprenderá?

1- Aprenda passo a passo como criar um site para ganhar dinheiro na internet. Você verá como é fácil e rápido criar o seu.

2- Escolher os nichos de mercado mais lucrativos para ganhar dinheiro na internet.

3- Os atalhos para gerar tráfego instantâneo e levar milhares de pessoas para seu site todos os dias.

4- Como converter seu tráfego em dinheiro.

5- Como se tornar parceiro do Google e lucrar com a maior empresa de buscas do mundo.

Descubra como alcançar altos lucros trabalhando com o Google Adsense?

 

 

Detalhes do Curso:

O curso é dividido em 6 módulos onde o Jonathan explica os mecanismos por trás do Adsense e por qual motivo muitas pessoas não conseguem ganhar dinheiro através dele. Você também aprenderá quais são os principais modelos de negócios utilizados na internet. Descobrirá como criar um site do zero e fazer sua total configuração.

Você descobrirá como Criar uma fábrica de conteúdo para os seus blogs isso é um conteúdo especial que nenhum outro curso oferece.

Você também aprenderá como gerar acesso para os seus sites através de técnicas de SEO e ainda como poderá potencializar seus rendimentos.

Após descobrir os segredos do Adsense você estará capacitado para trabalhar com o Google Adsense e obter rendimentos cada vez maiores.

Se você não sabe o que é o adsense e como funciona vou deixar aqui uma breve explicação:

O Google AdSense é um serviço grátis e simples que permite aos editores de websites de todos os tamanhos ganhar dinheiro exibindo anúncios do Google segmentados em seus websites.

O anunciante compra o espaço através do Google AdWords, e Quando um visitante seu clicar, através do Google AdSense você ganha uma porcentagem e o Google outra (ele divide com você uma parte do que o cliente paga a ele para fazer a publicidade). Imagine ser parceiro de um empresa que fatura bilhões por ano, seria bom não? J

 

Quer um conselho? Clique aqui e se inscreva para o curso imediatamente e comece já a ganhar dinheiro através da internet de uma forma segura e honesta.

 

 

Se ainda estiver com dúvidas assista este vídeo com depoimento de alunos que se inscreveram:

 Descubra agora mesmo os segredos do adsense.



36 ebooks gratuitos

Oi, olha eu aqui de novo 🙂 neste artigo vou colocar alguns links de e-books gratuitos que eu baixei e li alguns e achei muito bom, por isso estou repassando para você.

Esse post é para você que só quer saber de ler tutorial e acha que somente com isso é possível ter base teórica para realizar bons trabalhos. Para você também que acha que a vida não é só feita de tutoriais e acredita que e-books mais abrangentes sobre design, publicidade e comunicação podem lhe dar uma visão mais ampla do mercado, lhe ajudando na criação de sites ou na venda de seu trabalho.

 

Trago para vocês uma lista de 36 e-books totalmente gratuitos, trazendo apenas o que interessa ao nosso trabalho, e-books sobre design, publicidade e comunicação, produtividade, todos em português e disponível para download. Tem leitura aí pra um ano todo. Boa leitura!

 

01. Como escrever para a web (Guillermo Franco)

02. Web 2.0: erros e acertos (Paulo Siqueira)

03. Para entender a internet (org. Juliano Spyer)

04. Redes sociais na internet (Raquel Recuero)

05. Informação e persuasão na web (org. Paulo Serra e João Canavilhas)

06. O marketing depois de amanhã (Ricardo Cavallini)

07. Branding: um manual para você gerenciar e criar marcas (José R. Martins)

08. Grandes Marcas Grandes Negócios (José R. Martins)

09. Blogs.com: estudos sobre blogs (org. Raquel Recuero, Adriana Amaral e Sandra Montardo)

10. Semiótica: a lógica da comunicação (Antônio Fidalgo)

11. Informação e comunicação online II: internet e com. promocional (org. Joaquim Serra)

12. Desenvolvimento de uma fonte tipográfica para jornais (Fernando Caro)

13. Comunicação multimídia (org. Maria Jospe Baldessar)

14. Design e ergonomia (Luis Carlos Paschoarelli)

15. Design e planejamento (Marizilda do Santos Menezes)

16. Guia prático de marketing na internet para pequenas empresas (Cláudio Torres)

17. Branding 1001: o guia básico para a gestão de marcas de produtos (Ricardo e Fernando Jucá)

18. Marca corporativa: um universo em expansão (Levi Carneiro)

19. Marketing 1 to 1 (Peppers&RogersGroup)

20. As redes sociais na era da comunicação interativa (Giovanna Figueiredo)

21. Open source: evolução e tendências (Cezar Taurion)

22. Análise de discurso crítica da publicidade (Viviane Ramalho)

23. Ensaios de comunicação estratégica (Eduardo Camilo)

24. Comunicação e marketing digitais (orgs. Marcello Chamusca e Márcia Carvalhal)

25. Publicidade e consumo nas sociedades contemporâneas (Samuel Mateus)

26. Criação, proteção e uso legal de informação em ambientes da www (diversos autores)

27. Design e planejamento (Marizilda Menezes e Luis Paschoarelli)

28. Design e ergonomia (Marizilda Menezes e Luis Paschoarelli)

29. Design, empresa, sociedade (Paula Landim)

30. Marketing de guerra (Al Ries e Jack Trout)

31. Os 8 Ps do marketing digital – capítulo 1 (Conrado Adolpho)

32. Empreendedor produtivo (Juvenal Valentim)

33. Design thinking (ISSU)

34. Marcas que são gente (Alison Marques)

35. Guia prático de pesquisa de branding (ABA)

36. Guia proteção da marca (ABA)

Ficou faltando algum? Deixe sua indicação de ebook abaixo no inbox que eu coloco aqui. Um forte abraço e continue acessando nossa página.

 

10 dicas de um designer

Pense como um Designer

 

designer gráfico

No mundo do nexo, podemos aproveitar a maneira de pensar de vários profissionais para nos
ajudar na solução de problemas. O importante é você saber fazer as conexões corretamente.
O mestre em dicas de apresentações, Garr Reuolds, do site Presentation Zen, acredita que
podemos aprender muitocom a cabeça dos designers.
Seá mesmo?? Imagine médico, advogado, engenheiro, públicitário, administrador, professor

pensando como um designer gráfico ou um designer interativo. Como estudantes ou pessoas comuns
poderiam adicionar valor em sua maneira de pensar se raciocinassem como a maioria dos designers??

Reynolds está preparando um livro sobre o tema. Para antecipar, conheça as 10 dicas para você pensar
como um designer:

  • #Dica 1: Encare as restrições.

Restrições e limitações são aliadas maravilhosas para quem precisa pensar de maneira
criativa e ter soluções geniais, que sem as restrições jamais poderiam ser descobertas ou
inventadas.

  • #Dica 2: Seja disciplinado.

Qualquer idiota poderia se complicar se adicionasse mais e mais coisas. A tentação é
grande quando vamos resolver algo. É preciso ter autocontrole e força de vontade para tomar
decisões sobre o que deve ser incluido e o que deve ser excluído.

  • #Dica 3: Pense como um iniciante.

Na mente do especialista há poucas opções ou possibilidades, mas para um iniciante, o
mundo é vasto, sem fronteiras. Os designers entendem a necessidade de assumir riscos,
especialmente na fase inicial de exploração de um problema. Eles não tem medo de quebrar
regras. Os bons designers são mentes abertas e lidam bem com a ambiguidade mesmo no
inicio do processo. Essa é a maneira como se consegue fazer descobertas.

  • #Dica 4: Deixe o seu ego lá fora.

Pense como seus clientes, seus alunos, quem precisa de você. Veja o problema pela ótica
deles. Isso não é fácil. Precisará de empatia. Colocar-se no lugar deles. A empatia é uma
compêtencia sub-valorizada nas empresas, mas pode ser um diferencial na hora de
compreender um problema.

  • #Dica 5: Foque na experiência do design.

Não é a coisa em si, mas a experiência da coisa. isso tem a ver com a dica 4. Coloque-
se no lugar dos seus clientes. Observe como eles interagem com a sua solução. Lembre-se
que muito do design tem um lado emocional. As vezes é o principal componente da
solução. Não seja negligente com o aspecto emocional de suas soluções.

  • #Dica 6: Seja um contador de histórias.

Frequentemente não é o design em si – ou seja, a solução para o problema – que é o mais
importante. E sim a história dele. Qual o significado da solução? Pratique a ilustração do
significado da solução, tanto verbalmente quanto graficamente. Comece falando do geral
para o particular, mostre como era antes e volte para a solução atual.

  • #Dica 7: Pense em comunicação e não decoração.

O design – mesmo o design gráfico – não é sobre deixar as coisas bonitas. Design também
não é somente estético, embora o estético seja importante. Design é sobre resolver
problemas ou como tornar o hoje melhor do que ontem. Design não é arte, embora haja arte
no design.

  • #Dica 8: Seja obsessivo com as idéias e não com as ferramentas.

As ferramentas são importantes e necessárias, mas elas vão e vem. Embora muitas
ferramentas sejam efêmeras, algumas das suas melhores sejam mais simples como caneta
e um pedaço de papel. Talvez, o melhor conselho é ser analógico nos estágios iniciais do
pensamento.

  • #Dica 9: Deixe claro suas intenções.

Design é sobre escolhas e intenções, não é uma coisa acidental. Design é um processo. O
usuário final pode não perceber o design em si. Ele acha apenas que as coisas funcionam
por si mesmas. Mas você sabe que o ‘‘fácil de usar’’, ‘‘fácil de entender’’ não ocorre por
acaso. Foi resultado de escolhas e decisões corretas.

  • #Dica 10: Ajuste a sua visão e curiosidade e aprenda com as coisas ao seu redor.

Bons designers são bons observadores. Eles são capazes de ver tanto a grande angular
quanto o detalhe do mundo a sua volta. Os humanos tendem a buscar padrões. O design é
um processo cerebral. Portanto, você é naturalmente criativo, prático, racional, análitico,
tem empatia, é apaixonado. Cultive essas atitudes em você.

  • # A dica bônus ou 11

fala exatamente de saber quebrar as regras, saber quando e por que quebrá-las.
Muitos profissionais bem sucedidos são aqueles que sabem quebrar paradigmas, regras
existentes e dicas como essas acima. Diferente de outras leis, essas podem e devem ser
revistas para que a inovação aconteça. Você tem que saber por que quebrá-las.

5 dicas de Branding para Pequenas Empresas se destacarem da multidão

Branding para Pequenas Empresas se destacarem da

multidão e fazer a diferença!

branding

Proprietários de pequenas empresas tendem a pensar que a marca é algo que apenas as grandes empresas precisam. No entanto, com as pequenas empresas que representam , tanto quanto 95-99% de entidades do setor privado na maioria dos países, a marca é crucial para empresas de pequeno porte a ser capaz de se destacar e captar potenciais clientes. Não importa o quão incrível é o seu produto, ninguém vai ouvir falar dele até que você crie uma identidade que é reconhecível entre a enorme multidão de concorrentes. Aqui estão cinco dicas de marcas que vão ajudar o seu pequeno negócio se destacar da multidão.

 

 

Dica 1: Definir a sua marca

Como você quer que seus clientes vejam a sua marca? O que é a única coisa que você quer que sua marca seja conhecida ? O que diferencia a sua marca a partir de outros concorrentes? Responder a estas perguntas lhe dará uma ideia mais clara da sua marca de visão, propósito e proposta de valor .

Dica 2: Criar uma mensagem simples e coerente de Branding

É média e provável que o homem ou a mulher na rua não vão entender as nuances e complexidades de seu produto ou serviço. Apenas 1 em 1000 de seus clientes vão: “Uau, este produto tem especificações (especificações de inserção)  Eu tenho que comprar! ” O que mais importa para os outros 999 clientes é a forma como esses recursos irão beneficiá-los diretamente;! Todos os pequenos detalhes vão levá-los a passar para um produto que parece mais fácil de entender. Em suma, pular as características e tecnologia, e chegar ao ponto .

 

Dica 3: Desenvolver uma Marca de comunicação consistente

Pense na Apple, e logo uma imagem de um Steve Jobs animado e inspirador provavelmente saltará em sua mente. Isto não é apenas porque Steve Jobs era (e aparentemente, ainda é) o rosto da Apple. É porque toda a cópia em vários anúncios publicitários da Apple (tanto vídeo e impressão) apoiou esta persona com adjetivos que transmitia simplicidade e tecnologia de ponta. Steve Jobs comunicou a mesma mensagem em suas palestras.

Apple é prova de como uma comunicação de marca consistente pode ​​definir a sua marca para além da concorrência: através da criação de uma personalidade única para as pessoas a se conectar com o seu produto ou serviço. Naturalmente, é de vital importância que o produto ou serviço entregue seja também similarmente consistente para que a marca promete.

marca

 

Dica 4: Lembre seus clientes sobre a sua marca

Os clientes precisam ser lembrados sobre a sua marca. Não assuma que todos os seus clientes irão se lembrar o que sua marca representa. Roma não foi construída em um dia, e nem a marca da Nike foi – levou três décadas de marketing estratégico para a Nike para chegar onde está hoje. Se você quer que sua marca seja conhecida por alguma coisa, você precisa lembrar seus clientes de novo, e de novo, e de novo. Você precisa ser capaz de “possuir sua milha”, ou em outras palavras, possuir os seus potenciais clientes.

Assim como você lembra seus clientes da sua marca sem ser uma dor? Uma maneira sutil seria assegurar-se de incluir o logotipo da empresa e slogan em suas assinaturs de e-mail (e de todos os seus empregados), bem como no seu cartão com o nome da empresa. Outra forma seria um blog sobre ou envie o seu conteúdo aos clientes que seja relevante e que reforce a sua marca. Isto pode ser feito através do blog de sua empresa, os sites de publicação relevantes, e-mail newsletters, redes sociais ou até mesmo feed rss e correio tradicional.

Dica 5: Pense grande, seja grande

Sendo uma pequena empresa não significa que você é um peixe pequeno. Sua marca é essencial para ajudar a sua pequena empresa ser retratado como um jogador sério. Pense grande com a sua marca, e a use para capturar potenciais clientes e ganhar sua confiança.

O desenvolvimento de um grande produto ou serviço é importante, no entanto, sem uma marca forte pode se perder na confusão. Nossas dicas vão ajudar a desenvolver sua marca e ser reconhecido. Se você tem alguma dica de marca para compartilhar, deixe nos comentários!

Grande abraço, espero te ver aqui outras vezes!.